O LIVREIRO

sábado, 27 de fevereiro de 2010

PLANTADORA DE CANA PICADA PCP 6000


Descrição:
Equipamento com projeto industrial desenvolvido em parceria com o CTC (Centro de Tecnologia Canavieira), a PCP 6000 destina-se a realizar o plantio mecanizado da cana-de-açúcar, fazendo todas as operações do plantio da cultura de uma só vez em 2 linhas, com desempenho operacional de aproximadamente 1 ha por hora.
A plantadora é tracionada por trator com potência mínima sugerida de 180 hp, através de torre com engate em 3 pontos com articulação tipo pino-bola para facilitar as manobras e caracteriza-se pela grande simplicidade de funcionamento.
Possui 2 sulcadores tipo beija-flor com desarme automático, regulagem de espaçamento e profundidade do sulco, adubadeira tipo caixa de aço inoxidável, com capacidade para cerca de 1.250 kg de adubo com sensor de nível, cuja distribuição é feita através de rosca sem fim de aço inoxidável acionada por motor hidráulico com válvula de regulagem de fluxo de óleo, o que permite calibrar a quantidade de adubo a ser aplicada com maior exatidão e facilidade.
Possui também uma caçamba com capacidade de 24 metros cúbicos para 6 toneladas de rebolos, que devem ser colhidos por colhedoras preparadas com kit’s especiais para colheita de mudas e abastecida por transbordo. A caçamba possui uma divisão central o que evita que as mudas se acumulem em um dos lados devido à declividade do terreno.
A distribuição das mudas é feita através de 2 esteiras transportadoras compostas por 16 taliscas cada uma dispostas alternadamente, para proporcionarem uma distribuição uniforme das mudas no sulco. As esteiras são acionadas por um motor hidráulico com válvula de regulagem de fluxo de óleo, através da qual pode-se regular a velocidade das esteiras e conseqüentemente a quantidade de gemas por metro linear de sulco.
A plantadora é equipada com um dispositivo hidráulico que empurra a traseira da caçamba, o que mantém constante o fluxo de mudas nas esteiras transportadoras, até o término dos rebolos na caçamba.
Uma cabine climatizada cujo acesso se dá por escada e plataforma com corrimão, permite a um operador, por meio de alavancas e outros controles, operar o mecanismo transportador e dosador das mudas para as esteiras e o cobridor dos sulcos. O operador controla ainda a operação do sistema aplicador de inseticidas e a necessidade do reabastecimento de adubo.
A PCP 6000 possui também um conjunto aplicador de inseticidas para pragas de solo, composto por tanque com capacidade para 310 litros, filtro, bomba elétrica, válvula reguladora de pressão e 2 bicos anti-gotejantes que pulverizam a calda do inseticida diretamente sobre os rebolos.
A plantadora é equipada com cobridor oscilante para os dois sulcos de plantio composto por 2 rolos acamadores dos rebolos no fundo do sulco, 4 discos côncavos fixados em braços oscilantes com regulagem de ângulo de trabalho e 2 rolos compactadores de cantoneiras que comprimem a terra sobre os rebolos, evitando a formação de bolsas de ar.
Possui eixo tandem com 4 pneus de baixa pressão e 2 rodas estabilizadoras e controladoras de profundidade.

Características:
- 2 sulcadores com asas revestidas de polietileno, com desarme automático, espaçamento regulável para 1,40 e 1,50m e regulagem de profundidade feita através das rodas estabilizadoras com pneus Super Flotation 10,5/80 x 18 - 10 lonas.
- Adubadeira tipo caixa de aço inoxidável com capacidade para cerca de 1.250 kg, com sensor de nível de adubo e distribuição por rosca sem fim de aço inoxidável, ou por esteiras.
- Acionamento da adubadeira por motor hidráulico e calibragem da quantidade do adubo a ser aplicada através de válvula derivadora de fluxo de óleo.
- Caçamba com volume de 24 metros cúbicos e capacidade para 6 toneladas de mudas, com divisor central e complementos laterais e traseiros.
- 2 esteiras transportadoras de rebolos com 16 taliscas cada uma dispostas alternadamente, acionadas por motor hidráulico com controle de velocidade, para regulagem do número de gemas por metro linear de sulco.
- Sistema hidráulico para empurrar a traseira da caçamba, que mantém constante o fluxo de mudas nas esteiras transportadoras até o término dos rebolos armazenados na caçamba.
- Tanque com capacidade para 310 litros de calda inseticida.
- Bomba elétrica e 2 bicos anti-gotejantes para pulverização da calda inseticida sobre os rebolos.
- Reservatório com capacidade para 17 litros de água limpa, não potável.
- Cobridor oscilante composto por 2 rolos acamadores dos rebolos no fundo do sulco, 4 discos côncavos fixados em braços oscilantes com regulagem de ângulo de trabalho e 2 rolos compactadores de cantoneiras que evitam a formação das bolsas de ar na cobrição dos rebolos.
- Cabine climatizada com banco, alavancas e painel de controle para comandos do operador.
- Eixo tandem com 4 pneus de baixa pressão 500/45 x 22,5 - 12 lonas.
- Altura de 4.30 metros.
- Comprimento de 7,60 metros.
- Largura de 3,65m em operação (para transporte, largura de 2,60m).
- Bitola de 3,00m para espaçamento, de 1,50m e 2,80m para espaçamento de 1,40m.
- Peso de 7.700 kg (vazia).
- Engate por três pontos.
- Rebolos de até 45cm.
- Velocidade de trabalho de 5 à 6 km/h.
- Raio de giro de 7,30m.
- Desempenho operacional ao redor de 1,0 ha/h.

Potência mínima sugerida: 180 hp.

FONTE: www.dmb.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário